Av. Dr. Anysio Chaves, 853 - Aeroporto Velho - CEP: 68030-290   |   Telefone: (93) 2101-5100   |   

Histórico do Município

  • 1542 - Primeira referência escrita de que se tem notícia com relação ao contato de brancos civilizados com os índios Tupaius ou Tapajós, onde se relata que Francisco Orellana saqueou as plantações de roça e milho desses índios.

  • 1626 - Pedro Teixeira - Capitão Português - Chega à taba dos Tupaius com o objetivo de comprar silvícolas prisioneiros de guerra de outras tribos, para depois escravizá-los. No entanto, os Tupaius não aceitavam esse tipo de negócio, cabendo ao Capitão adquirir esteiras e outras curiosidades, além de manter um ótimo relacionamento com os índios.

  • 1639 - Bento Maciel - Sargento-mor da Capitania do Cabo Norte - investe de surpresa sobre a aldeia dos Tapajós, com fúria implacável, dizimando grande número de índios.

  • 1659 - Padre Antônio Vieira - Primeiro Jesuíta que veio expressamente ao Tapajós.

  • 1661 - 22 de junho: Padre João Felipe Bettendorf instala missão na aldeia dos Tapajós, dando origem à cidade de Santarém.

  • 1697 - Inauguração da Fortaleza do Tapajós.

  • 1757 - Extinção das Missões Religiosas.

  • 1758 - Aldeia dos Tapajós é elevada à categoria de Vila pelo Capitão-general Francisco Xavier de Mendonça Furtado (governador da Província do Grão-Pará), recebendo o nome de Santarém.

  • 1761 - Um século após a construção da primeira capelinha de Nossa Senhora da Conceição, é iniciada a edificação da nova igreja mais a leste.

  • 1819 - Visitam a Vila de Santarém os cientistas europeus Carlos Frederico Von Martius e Johann Baptist Von Spix.

  • 1828 - O Legislativo passa a denominar-se Câmara Municipal, através de Lei Imperial.

  • 1829 - 1 de junho: Instalação da primeira Câmara Municipal.

  • 1835 - Início da Cabanagem - movimento revolucionário popular, cujo nome deriva do fato de que a grande maioria dos revolucionários era de origem humilde, habitantes de barracas ou cabanas.

  • 1848 - 24 de outubro: A Vila de Santarém, pela Lei nº 145, é elevada à categoria de Cidade.

  • 1853 - Início da construção da antiga Prefeitura Municipal.

  • 1853 - Outubro: Circula em Santarém o primeiro jornal da cidade com o nome de Amazoniense.

  • 1867 - 17 de setembro: Chegada a Santarém dos primeiros confederados norte-americanos para instalar colônia.

  • 1888 - 13 de maio: Santarém antecipa-se à Lei Áurea extinguindo a escravatura.

  • 1896 - 28 de junho: Inauguração do Teatro Vitória.

  • 1900 - 3 de maio: Inauguração do Grupo Escolar de Santarém (atual Frei Ambrósio). É a mais antiga escola em funcionamento na cidade de Santarém.

  • 1903 - 21 de setembro: Criação da Prelazia de Santarém, através do decreto "Romani Pontifices" do Papa Pio X.

  • 1904 - 29 de setembro: Instalação solene da Prelazia de Santarém e posse do primeiro prelado Monsenhor Frederico Benício de Sousa Costa.

  • 1907 - 3 de agosto: Chegada a Santarém dos primeiros franciscanos chefiados por Frei Amando Bahlmann.

  • 1908 - A Prelazia de Santarém é oficialmente confiada aos franciscanos, sendo Frei Amando Bahlmann nomeado Prelado.

  • 1910 - Fundação da Congregação das Irmãs Missionárias da Imaculada Conceição por Dom Amando Bahlmann e Madre Maria Imaculada.

  • 1915 - 31 de maio: Inauguração do novo convento e orfanato de Nossa Senhora de Lourdes (atual Colégio Santa Clara).

  • 1918 - Criação e funcionamento da Escola São Francisco por Frei Ambrósio Philipsenburg.

  • 1919 - 29 de novembro: Realização do primeiro Círio de Nossa Senhora da Conceição em Santarém.

  • 1928 - Chegada a Santarém de navios trazendo homens e máquinas enviados por Henry Ford para a implantação da Companhia Ford Industrial do Brasil. Fordlândia (município de Itaituba) e depois Belterra (município de Santarém) foram os locais escolhidos pelos técnicos de Ford para o cultivo em grande escala da seringueira.

  • 1940 - 2 de julho: Inauguração do primeiro estabelecimento bancário em Santarém, sub-agência do Banco do Brasil S/A.

  • 1942 - Criação do Serviço Especial de Saúde Pública (SESP) através de acordo firmado entre os governos do Brasil e dos Estados Unidos da América do norte. Mais tarde, já sob a tutela exclusiva do governo brasileiro foi transformado em Fundação.

  • 1943 - 14 de março: Inauguração do Ginásio Dom Amando.

  • 1943 - 25 de junho: Chegada a Santarém dos quatro primeiros sacerdotes franciscanos da Província do Sagrado Coração de Jesus, dos Estados Unidos da América do Norte.

  • 1948 - 16 de março: Instalação da Escola Técnica de Comércio do Baixo Amazonas Rodrigues dos Santos.

  • 1948 - 15 de outubro: Criação do Instituto Batista de Santarém.

  • 1948 - 24 de outubro: Inauguração da Rádio Clube de Santarém.

  • 1954 - 24 de outubro: Inauguração do Serviço Telefônico de Santarém, com duzentos aparelhos automáticos, instalados pela Empresa Telefônica de Santarém Ltda.

  • 1960 - Instalação do Ginásio Normal São Raimundo Nonato, dirigido pelas Irmãs Adoradoras do Sangue de Cristo.

  • 1962 - 1 de maio: Realização da solenidade de lançamento da pedra fundamental para a construção da primeira escola pública a nível secundário Colégio Estadual Prof. Álvaro Adolfo da Silveira.

  • 1964 - 5 de julho: Inauguração da Rádio Emissora de Educação Rural de Santarém Ltda.

  • 1969 - 12 de setembro: Inclusão de Santarém na Área de Segurança Nacional, através do Decreto Lei nº 866. A partir desse momento, o santareno não mais poderia escolher o seu prefeito, que passaria a ser nomeado pelo Presidente da República.

  • 1970 - 14 de julho: Criação da Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), através do Decreto nº 7.125. A instalação oficial deu-se a 24 de julho.

  • 1970 - 24 de agosto: Chegada a Santarém do Destacamento Precursor do recém-criado 8º Batalhão de Engenharia de Construção, do Exército Brasileiro, objetivando a implantação da rodovia Santarém-Cuiabá.

  • 1970 - 12 a 19 de dezembro: Realização do 1º Festival de Música Popular do Baixo Amazonas.

  • 1971 - 14 de outubro: Implantação do Campus Avançado da Universidade Federal de Santa Catarina em Santarém.

  • 1974 - 11 de fevereiro: Inauguração do Cais do Porto de Santarém pelo Presidente da República General Emílio Garrastazu Médici.

  • 1977 - 19 de agosto: Inauguração da Hidrelétrica do Curuá-Una, primeira hidrelétrica construída na Amazônia.

  • 1979 - 26 de maio: Inauguração da TV Tapajós, pioneira em Santarém.

  • 1980 - 6 de dezembro: Inauguração da estação rastreadora de Santarém pela Empresa Brasileira de Telecomunicações (EMBRATEL), possibilitando assim o funcionamento de canais de telefonia, telex e a captação de transmissões de televisão.

  • 1981 - 12 de julho: Inauguração do Anfiteatro Joaquim Toscano na praça Barão de Santarém.

  • 1985 - Criação em Santarém da primeira instituição de ensino de 3º grau do interior do Pará, o Instituto Santareno de Ensino Superior (ISES).

  • 1985 - 15 de novembro: Eleição direta para prefeito, conforme decisão do Congresso Nacional, para municípios de área de segurança nacional.

  • 1987 - 11 de março: Reinauguração da Casa de Cultura de Santarém, que por Decreto do Governador Jáder Barbalho passou a chamar-se Casa de Cultura Historiador João Santos.

  • 1987 - 11 de março: Inauguração da primeira etapa do Estádio Jáder Barbalho.

  • 1990 - Instalação em Santarém da Universidade Luterana do Brasil.

  • 1991 - 22 de junho: Inauguração do novo prédio da Prefeitura Municipal Palácio Senador Jarbas Gonçalves Passarinho.

  • 1993 - 20 de agosto: Implantação do Pólo Santarém da Fundação Carlos Gomes pela professora Maria da Glória Boulhosa Caputo.

  • 1994 - 10 de agosto: Instalação da Escola de Música Maestro Wilson Fonseca, nas dependências da Casa de Cultura.

  • 1995 - 15 de setembro: Posse do maestro Wilson Fonseca em Belém na Academia Paraense de Letras.
  • 2001 – Inauguração da Orla de Santarém e do Instituto Esperança de Ensino Superior – IESPES.
  • 2002 – Falecimento do Maestro Wilson Dias da Fonseca (Isoca).
  • 2003 – Inauguração da Cargill em Santarém.
  • 2007- Chegada do novo Bispo de Santarém, Dom Esmeraldo.

 

Referências Bibliográficas:

FONSECA, Wilde Dias da - Santarém: Momentos Históricos, 1996.